LIQUELEVA

Portuguese English Italian Spanish

Icon testemunhos

icon publica

ICON IMC90

Icons left ANUARIO

Por se situar numa zona semi-urbana, o contraste entre ricos e pobres é grande. Assim, um dos muitos trabalhos que os missionários ali desempenham é ser uma presença de consolação e serviço para os mais necessitados, e um incentivo de consciencialização para os que pertencem à classe média/ alta.
Para além do trabalho pastoral, os missionários estão envolvidos em outros ambientes que contribuem para uma maior visão da propria relidade juvenil e universitária, bem como dão um serviço especializado à Igreja local, num âmbito de universalidade da mesma.

Fundação                                                                        .


Em 1948 chegam a Liqueleva os padres João Tolosano e Fernando Piccolo, assumindo a pastoral da missão de Santa Teresa do Menino Jesus, tornando-se o centro da evangelização de um vasto território.
Como sede pastoral, tornou-se a igreja mãe de várias paróquias da zona suburbana de Maputo. Em 1951, sentindo a necessidade de criar sedes paroquiais nos centros de maior concentração de população, deram vida à Paróquia de são Gabriel de Matola-Rio, em 1956 à da Sagrada Família de Machava  e à do Santo Condestável de Boane em 1963.
Em 1970, por motivos políticos, o Pe. Célio (residente na altura) é expulso do país, deixando a missão de Liqueleva dependente da Paróquia da Machava e da Casa Regional de Maputo para assistência espiritual e pastoral.
Em 1996 a missão de Liqueleva volta a ser habitada por missionários da Consolata, desta vez pelos padres Vasco Campos (que anteriormente era o superior da casa de Maputo, portanto já estava pastoralmente ligado à paroquia de Liqueleva) e Ernestino Venturi. Até à data, a casa residente estava a ser ocupada pelas irmãs Franciscanas de Santa Maria Mãe de África (diocesanas).
Depois da inesperada morte do padre Vasco Campos veio o padre Salvador Forner que, coadjuvado sucessivamente pelos missionários Ernestino Venturi, António Cachide Ferreira e Helder Bonifácio, esteve à frente dos destinos pastorais da Paróquia até ao mês de Abril de 2008, quando foi substituído pela nova Equipa Apostólica.


Programa pastoral-actividades                             .


- Trabalho paroquial dividido em quatro comunidades: comunidade de Santa Teresa do Menino Jesus (em  Liqueleva - sede da Paróquia); comunidade dos Santos Mártires da Uganda ( bairro de Malhampswene), comunidade de são Miguel Arcanjo e comunidade de são Luìs Gonzaga ambas no bairro de Tsalala;
- catequeses;
- Animação missionária vocacional;
- apoio e promoção da Igreja Ministerial;
- trabalho na Anúnciatura Apostólica;
- projecto de evangelização que serve de guia para a formação cristã e promoção da evangelização no sector;
- incentivo ao critério da participação para que as pessoas e as comunidades aprendam que podem tomar parte activa na edificação  do bem-estar da comunidade e deles próprios;
-  programas de habitação para as pessoas mais pobres e necessitadas, assistência alimentar;
- criação e funcionamento da Biblioteca comunitária;
- serviço de informática e de internet;
- gestão na Escolinha;
- aulas na Universidade Eduardo Mondlane;
- pastoral Universitária;
- aulas no Seminário Pio X;
- aulas no Seminário Cristo Rei.

Equipa Missionária                                                       .


A actual equipa missionária é composta pelo Pe. Álvaro López V. – superior da comunidade e pároco - , pelo Pe. José Guilherme Pinilla C. – administrador – e pelo Pe. Manuel Tavares – vigário.