Portuguese English Italian Spanish

Icon testemunhos

icon publica

ICON IMC90

Icons left ANUARIO

Falecimento do Padre Adelino Francisco Missionário da Consolata
P Adelino

Na noite passada, 2 de Fevereiro, faleceu em Portugal, no hospital de Leiria, o P. Adelino, Missionáro da Consolata.

Missionário exemplar e dedicado, viveu grande parte da sua vida missionária em Moçambique (1974-2013), em situações muito difíceis nos tempos conturbados da revolução e da guerra civil, tendo sido raptado pela Renamo em 1982 na Missão de Muvamba.
Trabalhou sobretudo na diocese de Inhambane, nas missões de Mapinhane, Muvamba, Massinga, Guiúa e Nova Mambone. Trabalhou também alguns anos na arquidiocese de Maputo, nas paróquias da Machava, Liqueleva e no noviciado dos Missionários da Consolata de Laulane.
 Os últimos anos foram vividos no sofrimento causado pela doença que o foi consumindo até às últimas forças mas demonstrando um espírito de fé exemplar.
 Rezemos pela sua alma para que Deus lhe dê o eterno descanso.  Segue em baixo uma breve biografia do percurso missionário do Padre Adelino.

 

P. Adelino2Padre Adelino da Conceição FRANCISCO (1941–2019)
Missionário da Consolata português. Nasceu em São Simão de Litém, Pombal (Portugal), a 9 de novembro de 1941. Entrou no Instituto em 16 de outubro de 1956, emitiu a primeira profissão religiosa a 2 de outubro de 1963 e foi ordenado sacerdote em 29 de março de 1969. Os primeiros anos do seu sacerdócio foram vividos em Portugal, no trabalho de animação missionária e vocacional em Fátima.O desejo de partir para a missão batia forte no seu coração É destinado a Moçambique onde chega no 17 de outubro de 1974. Começou por trabalhar na diocese de Inhambane em 13 de novembro de 1974 como coadjutor na missão de Mapinhane. Celebrou a independência nacional em 25 de Junho de 1975 em festa com o povo moçambicano. Sofreu com ele as penas dos excessos da revolução e a violência da guerra. Dedicou-se com empenho no estudo da cultura e língua do povo Tshwa de Inhambane, da qual se tornou conhecedor e falante.P. Adelino
A 1 de abril de 1976 foi nomeado superior da missão de Muvamba. Foi raptado nesta missão no dia 16 de setembro de 1982 com toda a equipa missionária, sendo libertado alguns meses depois no Zimbabwe depois de ter percorrido centenas de quilómetros a pé no meio de perigos e privações.
Foi pároco de Massinga-Muvamba-Funhalouro (1983–1986) em plena guerra civil. Em 1986 é destinado à paróquia da Machava, na arquidiocese de Maputo, onde trabalha na pastoral e na formação no seminário da Consolata instalado na paróquia da Machava e é também pároco da paróquia de Liqueleva (1986–1991).
A 9 de outubro de 1991 foi transferido para a diocese de Inhambane e é nomeado pároco de Massinga-Muvamba-Funhalouro. Em 1999 foi transferido para Maputo como vice-mestre no noviciado dos Missionários da Consolata em Laulane.
Em fevereiro de 2005 regressa à diocese de Inhambane e é colocado como vigário paroquial na paróquia do Guiúa. A 2 de maio de 2007 é nomeado vigário paroquial e em seguida pároco de Nova Mambone. Em 2010 regressa ao noviciado de Laulane. Em janeiro de 2013 regressa definitivamente a Portugal por motivos de saúde.