Portuguese English Italian Spanish

Icon testemunhos

icon publica

ICON IMC90

Icons left ANUARIO

Novos Conteúdos no site

FilmagensEstamos a preparar novos conteúdos para o website dos Missionários da Consolata em Moçambique.

Neste momento encontramos na fase de recolha de imagens e vídeos das comunidades IMC em Moçambique para melhor podermos mostrar o trabalho realizado pelos Missionários da Consolata em Moçambique. Brevemente iremos colocar o conteúdo online.
 
Leigo enviado em Misssão

LEIGOFoi realizado o 1ª envio missionário de um LMC em Moçambique.

o Leigo Gonçalves, pertencente ao grupo LMC de Lichinga recebeu a cruz de envio durante a celebração eucarística.
Continuar...
 
Conferência de Copenhaga

terra_secaTeve início no dia 7 de Dezembro a Conferência de Copenhaga para debater as alterações Climáticas.

Representantes de 192 países estarão reunidos até dia 18 de Dezembro nesta conferência que pretende ser um passo em frente para concluir num acordo eficaz que substitua o Protocolo de Quioto.
Continuar...
 
A Consolata em Moçambique “on line"

entradaWWWO novo continente a evangelizar chama-se internet.

É um continente sem fronteiras, como a Missão “ad gentes”, sem limites nem fronteiras.
Também a Região de Moçambique dos Missionários da Consolata, a partir de hoje, nasce e navega neste continente.
Em Moçambique as pessoas começam a explorar a internet e a estarem “online”  no “Facebook”, ainda que seja uma minoria, mas num crescendo sem retorno. Por isso temos de ir onde as pessoas se encontram.
Continuar...
 
Racismo obriga trabalhadores a fugir

Acusados de «roubarem empregos», residentes estrangeiros, na África do Sul, tiveram de abandonar as suas modestas casas. Refugiaram-se num campo de futebol.

A crise económica global aumentou o racismo e atitudes violentas, em relação a trabalhadores estrangeiros. Com frequência, os imigrantes são acusados de dificultarem a já difícil procura de emprego, a nível mundial. A África do Sul registou o caso mais recente de xenofobia para com cidadãos estrangeiros, por causa da falta de trabalho. Na vila de Doorns, cerca de 3,5 mil pessoas, a maioria zimbabueanos, tiveram de abandonar as suas casas e refugiarem-se em instalações municipais, como um campo de futebol.
Continuar...
 
<< Início < Anterior 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 Seguinte > Final >>